sexta-feira

"Entre o Bem e o Mal" de L.C.Lavado

Publicada por Unknown


Sinopse:

Numa pequena ilha, onde a água há séculos tenta subjugar a terra construída pelo Homem, um caminho estreito e empedrado leva a uma livraria cujo nome, de tão discreto, não fica na memória dos que por lá passam.

Dentro dessa livraria, no interior sombrio revestido a prateleiras de madeira secular, um Livro permanecia esmagado entre tantos outros semelhantes a si, pacientemente enfileirados, pacientemente aguardando o dia da sua partida.

O que diferencia este Livro dos restantes que o acompanham é que ele não aguarda a mão Humana que lhe dará a liberdade. Ele é provido de liberdade.

O que ele aguarda?
É a história que vou contar.

A ilha que vos falo é Veneza, e estas as palavras que iniciavam o Livro…



A minha opinião:
L-C-Lavado não deixa de me surpreender!!!

Já vou no terceiro livro e aguardo ansiosamente pelo quarto...esta autora vicia!!!

Tive o prazer de a conhecer pessoalmente na Feira do Livro num destes fins de semana. É uma pessoa muito comunicativa e partilhou o modo como elabora as suas escritas.

Sempre tive a curiosidade de conhecer mais de perto um escritor, falar com ele, trocar impressões e devo dizer que é giro. Associar o que escrevem à pessoa.

Olhando para a L-C-Lavado e pensando nos seus livros não encontro ligação directa, até porque cada livro da autora é diferente.

O primeiro livro, "Para Além da Razão" é o meu favorito por tudo. Pela história, como soube contar o amor entre dois irmãos, mas fê-lo de um modo subtil, leve, mas intenso. Digamos que algumas vezes esquecia-me que eles eram irmãos, porque sentia-se e via-se a realidade das cenas.
Foi de muita coragem escrever e partilhar connosco leitores uma história assim tão...falta-me a palavra certa... ... ... ... ... ... ... ousada...


O segundo livro é uma literatura fantástica passada no nosso mundo, mas que tem qualquer coisa fora do habitual. Também gostei muito e podem ler em postes anteriores a minha opinião.


Este terceiro livro, também segue a linha da literatura fantástica, mas na minha opinião, mais envolvente. A história é mais rica, tem mais condimentos. A autora deixa umas pontinhas soltas que nos fazem desconfiar de qualquer coisa...que ali haverá gato, ou melhor gata, mas isso fica para mais tarde!


A primeira cena deste livro localiza-nos na cidade fria de Londres, nos dias de hoje. Numa casa onde habitam dois jovens estudantes portugueses, o Pedro e o Henrique.

Pedro é o típico jovem que gosta de se divertir à brava! E Henrique, o rapaz estudioso e aplicado.

Um dia estava o Pedro no computador quando o Henrique deu conta de ver uma foto de alguém que lhe era familiar.

Amanda Liz é uma rapariga de 24 anos com a aspiração a escritora, numa fase de bloqueio.

É assim que a autora nos apresenta as personagens centrais deste livro! São personagens muito diversificadas tendo caracteristicas muito particulares.

Eu gostei logo do Henrique, pareceu-me um jovem adulto muito atinado, apesar de não saber ao certo o que quer para a sua vida.

Henrique e Amanda anos antes tinham feito uma promessa. A promessa seria uma viagem até Itália para festejarem o 25º aniversário de ambos. Numa troca de e-mails para combinarem tudo, aproveitam para falar nas cidades que iriam visitar assim como nas aventuras que vão viver! E que aventuras!!!!

Amanda e Henrique andam pelas ruelas de Veneza quando descobrem uma livraria. Uma livraria diferente. O dono da livraria procura o livro que o Henrique pretende comprar e ao mesmo tempo vão falando até que um livro caí da prateleira. A reacção imediata de Henrique é agarrar o livro e dá-lo ao dono da livraria, este olha para o dito livro e sorri. Quando Henrique vai a sair o dono da livraria oferece-lhe o livro, ao que ele responde que não pode aceitar, mas depois Amanda diz-lhe que aceite para se despacharem.
Sozinho no quarto, Henrique tira o livro do saco. Repara que é um bom livro pela sua encardenação. Os Filhos do Homem leu Henrique em voz alta.

A partir daqui o livro toma outro caminho, o caminho do fantástico, onde aparecem gatas de falam e até com algum sentido de humor, ora vejam:
«"Rendo-me." Haari surgiu sentada na cama junto do ombro dele. "Em que poça é que eu pus a minha pata fofa?"»

A cada página temos uma surpresa e às vezes são daquelas surpresas tão inesperadas que temos de voltar a trás para ler melhor.
O final do livro acaba onde começou, em Londres!
Não vou dizer mais nada sobre o livro porque estaria a desvendar as tais surpresas inesperadas., O melhor mesmo é lerem!!! E ao lerem vão ter a sensação de estar a assistir a um filme.
(Obrigada L-C-Lavado por mais uma excelente leitura!!!)

0 comentários:

 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare