terça-feira

"Espero por Ti este Inverno" de Luanne Rice

Publicada por Unknown 9 comentários

Título: Espero por ti este Inverno

Autora: Luanne Rice

Páginas: 356

Editora: Quinta Essência


Sinopse:
Com o seu incomparável dom para descrever as alegrias e os desafios do amor e da família, Luanne Rice leva agora os leitores numa viagem emocional pelo território inexplorado entre mães e filhas e pais e filhos. Um romance cativante que vai ao passado para encontrar a chave para um futuro sem limites.

Neve Halloran e a filha partilham o amor pela beleza austera de Rhode Island desde que Neve ajudou Mickey a dar os primeiros passos na costa arenosa. Agora, com Mickey já na adolescência e tendo Neve perdido a esperança de ser feliz com o ex-marido, ambas vão lutar por uma nova vida no meio da paisagem ventosa que as sustém.

Apaixonada pela reserva natural da zona, Mickey avança em direcção à vida adulta na companhia de um rapaz solitário que partilha o seu amor pelos animais. E Neve irá sentir-se atraída por um homem que dedicou a vida a essa reserva, mas que é incapaz de partilhar a dor de uma perda recente.

Lírico, luminoso, absolutamente cativante, Espero por ti este Inverno é um livro marcante que explora de forma comovente os laços que nos moldam e, simultaneamente, nos libertam.


Críticas de imprensa:
«A magia do amor narrada com a sensibilidade e o realismo que caracterizam Luanne Rice.» Publishers Weekly

«Uma história inesquecível sobre o amor, a perda e a redenção.» Booklist

«Luanne Rice é uma autora enolvente, adorada pelos leitores.» Daily News

«Rice é uma excepcional contadora de histórias» Romantic Times


A minha opinião:
Mais uma vez, Luanne Rice nos surpreende com uma excelente história!
Esta autora cativa-nos pela forma como descreve as emoções. Aqui neste livro, podemos sentir a alegria, a tristeza e a paixão.

Neste livro, a autora aborda temas como o alcoolismo, o divórcio e a adolescência. Temas que fazem parte da nossa actualidade, mas que são também muito delicados.

Mickey e Jenna são duas jovens amigas adolescentes que passeiam de bicicleta em direcção à praia para poderem observar o primeiro bufo-branco da vida delas. Mesmo antes de o verem, já ambas sentiam a sua presença. O bufo-branco apresentava-se com um ar digno de uma ave real, as suas penas eram de um branco imaculado e nas pontas, um salpicado castanho-acinzentado.
Ao regressarem, Mickey repara num rapaz que está ao lado de um camião e o mais estranho é que ele está a segurar lume. Tenta ajudá-lo, mas ao fazer isso, larga o guiador da bicicleta e "voa" até "aterrar" no chão. Perante o estado crítico em que Mickey se encontra, Shane, o rapaz que segurava lume, vai procurar ajuda junto do posto do guarda florestal.

Enquanto tudo isto acontecia, a mãe de Mickey, Neve, estava no tribunal com a sua advogada, Nicola Cerruti. Richard não pagou  a pensão de alimentos da filha e por isso vai ter um mandato de captura porque não compareceu à audiência no tribunal.
Richard Halloran é um dependente do alcóol e por mais que tente não consegue largar o vício.

Neve saí do tribunal e ouve uma mensagem em que dizem que a sua filha está no hospital. No hospital, procura por Mickey, mas encontra Tim O'Casey, o guarda florestal. Tim vai ser o seu grande apoio.

Mickey está bem, só partiu o pulso, mas o seu coração está pior...vê Jenna, a sua melhor amiga de mão dada com o namorado e sente que amiga já não é a mesma, que se está a afastar. E o que lhe custa mais é não saber do pai, o pai que ela ama, mas que a abandonou a ela e à mãe. Revolta-se com a mãe porque não queria que o pai fosse procurado pela polícia, Mickey acha que elas não precisam de dinheiro. E ao mesmo tempo, vai descobrir o amor ...com Shane.
Quando o acidente de Mickey se dá, Shane estava a tentar destruir o equipamento de Cole Landry para impedir o desmantelamento do submarino. Este submarino, o U-823 encontra-se ali nas profundezas há 44 anos. Joe O' Casey, pai de Tim  é um  veterano da Segunda Guerra Mundial e foi ele que afundou o submarino.
Mickey, Shane, Neve, Tim e Joe vão fazer de tudo para que o submarino permança em Refuge Beach.

Não vou comentar mais nada, para "abrir o apetite" à leitura deste livro!
(Obrigada MargaridaPires pela partilha deste magnífico livro!)

sexta-feira

"O Último Beijo" de Luanne Rice

Publicada por Unknown 2 comentários


Título: O Último Beijo

Autora: Luanne Rice / Tradução: Carla Morais Pires

Páginas: 348

Editora: Quinta Essência

 
 
Sinopse:
Nunca é demasiado tarde para encontrar o verdadeiro amor ou dizer finalmente adeus a quem partiu para sempre.

Segredos antigos. Amores perdidos. E a força incomparável do verdadeiro amor numa história marcante de uma comunidade a braços com um mistério devastador e de uma mulher que recupera o amor que acreditava estar perdido para sempre.

Um jovem de dezoito anos sai de casa, numa noite de Verão, e é encontrado morto — assassinado — menos de vinte e quatro horas depois. Não há pistas nem respostas. As pessoas lamentam o trágico acontecimento, mas a vida continua. Contudo, e se o jovem fosse o nosso filho? Ou o nosso verdadeiro amor?

Quase um ano após a morte do filho, a cantora e compositora Sheridan Rosslare ainda não consegue tocar uma única nota das músicas que foram, em tempos, a sua paixão. Refugiada na casa de praia, vive paredes-meias com as memórias e com uma dor demasiado profunda para partilhar com quem quer que seja. Nem tão-pouco consegue consolar a namorada de Charlie, Nell Kilvert. A jovem, por seu lado, não descansará enquanto não descobrir o que aconteceu de facto ao seu amor. Decide então chamar alguém que vai mudar a vida de todos — a alma gémea de Sheridan, Gavin Dawson.

Num barco ao largo de Hubbard’s Point, Gavin observa a casa da mulher que amou e que sempre amará. Sheridan havia também, um dia, acreditado intensamente no poder do amor. Mas essa crença morreu com o filho…

Profundamente emotivo, O Último Beijo evoca o poder do passado para sarar os corações partidos, mas também para reabrir velhas feridas, numa inesquecível história de amor, perda e redenção.


Sobre a autora:
Luanne Rice é autora de mais de duas dezenas de livros, marcando regularmente presença na lista dos mais vendidos do New York Times, Washington Post e USA Today. A sua escrita, descrita pelo New York Times Book Review como uma «rara combinação de realismo e romance», tem fascinado milhões de leitores em todo o mundo. A autora está publicada em 25 países, com mais de 25 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Em Portugal, depois de A minha verdade é o amor, surge agora Espero por ti este Inverno.

Rice desde cedo revelou talento para a escrita, tendo publicado o primeiro poema aos 11 anos e a primeira história aos 15. Depois de uma passagem pela Universidade do Connecticut, teve vários trabalhos até se dedicar em exclusivo à escrita.

Luanne Rice vive entre Nova Iorque e Old Lyme, no Connecticut, na casa onde costumava passar os Verões quando era criança.

A minha opinião:
Muito Bom!

Ao longo de 344 páginas, Luanne Rice transporta-nos para um ambiente místico, como só ela o sabe fazer.
Podemos "entrar" na pele das personagens e viver todo este enredo, de  uma forma envolvente. Sentimos a dor, a tristeza, mas também a alegria e o amor, que por vezes nos arrepia.

Um livro que pode ser lido sentada numa cadeira à sombra de um chápeu de sol numa praia qualquer! Até porque o próprio enredo é passado numa vila à beira-mar, onde podemos sentir a areia quente e a água fresca nos nossos pés.

Charlie, um jovem de 18 anos, é assassinado em circuntâncias um pouco estranhas.
Nell, a namorada de Charlie, pretende saber o que é que passou naquela noite, há um ano atrás. Para isso contrata Gavin Dawson, detective, mas também o grande amor de Sheridan, a mãe de Charlie.

Nell procura refúgio no cemitério, junto à campa de Charlie, tentando não se cruzar com Sheridan, porque sabe que esta precisa de estar a sós com o filho.

A investigação de Gavin segue as pistas e descobre quem assassinou Charlie e porque o fez, e o assassino faz questão de ser ele próprio a contar a Nell e a Sheridan o que acontecer naquele noite fatidíca.

Uma leitura que nos toca profundamente. E podemos concluir que fazendo as pazes com o passado ajuda a curar as feridas do presente e olhar para o futuro com esperança.

quarta-feira

"Não digas a ninguém" de Luísa Castel-Branco

Publicada por Unknown 1 comentários

Título: Não Digas a Ninguém

 Autora:  Luísa Castel-Branco

Páginas: 360

Editora: Oficina do Livro


Sinopse:
Beatriz, Rita e Samuel são amigos desde a infância, tendo as suas vidas seguido rumos diferentes: a primeira é casada, mãe de três filhos e um casamento (aparentemente) feliz; a segunda, separada, com um namorado ausente e uma filha problemática; Samuel, casado e com dois filhos adolescentes, vive a imagem da família tradicional. Quando os três amigos decidem passar uns dias juntos, não imaginam até que ponto as suas vidas podem mudar.

O aparecimento de uma mulher misteriosa, Benedita, vai transformar o que deveria ser um fim-de-semana tranquilo numa descida ao inferno, onde cada uma das personagens é confrontada com os seus medos e desejos proibidos.

Luísa Castel-Branco regressa ao romance e surpreende os leitores com esta fábula moderna em tom de crítica social, que é também uma história sobre os afectos, o valor da amizade e o poder do amor e do perdão.
 
 
Sobre a autora:
Luísa Castel-Branco nasceu em Lisboa em 1954. A sua vida esteve desde sempre ligada à comunicação: começou por colaborar no jornal Semanário e mais tarde fez parte do grupo fundador da revista Máxima.


Foi assessora de imprensa de vários gabinetes ministeriais, criou uma agência de comunicação dedicando-se à área do marketing político.

Em 1999, foi convidada a integrar o projecto CNL, onde começou a sua carreira televisiva. Depois do talk show «Luísa», apresentou o concurso «Dinheiro à Vista» (TVI), seguido de «Emoções Fortes» e «O Elo Mais Fraco» (RTP1). Na SIC Mulher, apresentou «Vícios e Virtudes» e participou ainda em «Eles por Elas».

Depois de em 2001 ter publicado Luísa – o seu primeiro livro – estreou-se no romance com Alma e os Mistérios da Vida, uma obra que convenceu a crítica e conquistou o público.


A minha opinião:
Foi com total surpresa que comecei a ler as primeiras páginas e passo a explicar. O primeiro contacto que tive com a autora foi quando ela apresentava o extinto canal CNL, há um bom par de anos. Era fã! Gostava do modo como a Luísa Castel-Branco abordava os temas. Depois fui acompanhando o seu percurso profissional, mas não com o mesmo entusiasmo e não sei responder porquê.

Quando saiu o seu primeiro romance "Alma e Mistérios da Vida" fiz questão de o ler. Gostei. Era uma história simples, mas envolvente. Levava o leitor a "entrar" no livro e a fazer parte do enredo. Mas este seu segundo romance, não me consigo associar à autora. Acho-o um pouco banal, diria mesmo superficial.

A mensagem que senti ao ler este romance é sobre a amizade. A autora mostra-nos que a amizade é um sentimento muito profundo e muito transparente.

Este livro situa-nos no Monte dos Suspiros, num pacato hotel. Três casais amigos com os respectivos cônjugues e filhos juntam-se num fim de semana prolongado, onde tudo parece acontecer.
Beatriz, a mulher de João e mãe de Bia, Pedro e Diogo é a organizadora do fim de semana. Estes são um casal exemplar para os amigos.
Maria da Graça e Samuel, ambos muito devotos da igreja são pais da Gracinha e do Bernardo.
Rita é a mãe de Matilde e companheira do Manuel. Rita, é uma personagem fora do comum, sempre pronta a dar nas vistas com o seu tipo de linguagem.

Neste fim de semana tudo vai acontecer! Um marido que sabe da traição da mulher, uma jovem que está grávida do irmão da amiga e um dos rapazes revela que é homossexual.

Além destes amigos de longa data, aparece Benedita, uma personagem que encarna a figura do diabo.

Apesar de todas as adversidades num só fim de semana, estes amigos vão apoiar-se uns nos outros e fazer valer a grande amizade que os une.

(Obrigada SARASC pelo bookRing!)

terça-feira

Este blogue aquece-me o coração

Publicada por Unknown 1 comentários


Este selo foi oferecido pela simpática Su , uma amiga virtual muito especial.
Obrigada!
Adorei receber este miminho;)


Regras:
1. Referir quem é que ofereceu o selo.
A lutadora Su

2. Qual é o teu chá preferido?
Gosto imenso de chás. Sei lá...tantos...gosto de ir variando...o de hortelã.

3. Quantas colheres de açúcar costumas meter?
Sem açúcar, apesar de ser muito gulosa. Gosto de coisas doces sem muito açúcar...um pouco contraditório ;)

4. Passar o selo :
A todos os viciados em livros!

5. Comentar o blog da criadora do selo:
É um blogue um pouco intímo, que nos dá a conhecer a uma pessoa linda por dentro.

domingo

"A Violência da Natureza" de Florindo Silva e Rui Sousa

Publicada por Unknown 5 comentários

Título: A Violência da Natureza

Autor: Florindo Silva & Rui Sousa

P.V.P.: 15,00 €

Data 1ª Edição: Julho 2010

Nº de Edição:

ISBN: 978-989-96859-0-1

Nº de Páginas: 168

Edição de Autor




Sinopse:
Conta a luta incessante de um homem, Rui Pereira, que, ao nascer no mesmo dia em que o homem pisou a lua, iria ver a sua vida marcada por esse momentos histórico da humanidade e à medida que ia crescendo, ia delineando a sua vida para conseguir realizar o seu sonho.

Desde cedo, fascinado por um dos mais cativantes fenómenos da natureza, decidiu que um dia iria ajudar a humanidade, criando uma máquina para estudar os Tornados, criando um maior período de tempo entre a previsão e a formação desse mesmo tornado.

Apesar de muitas pessoas criticarem pelo caminho extenuante que ele estava prestes a seguir, Rui, não se importou, pois não havia mais nada na vidaque ele quisesse fazer, senão construir aquele máquina.

A sua força de vontade era maior do que qualquer contrariedade e apesar de serem imensas, ele acabou mesmo por ir atrás dos Tornados para os Estados Unidos da América, com finalidade de os de os estudar minuciosamente, mas esta presença assídua junto de Tornados, colocava a sua vida em risco permanente.

Com o apoio de vários amigos americanos, o Rui fez tudo o que foi possível para tentar construir uma máquina única no mundo, abdicando da sua vida pessoal em prol da humanidade.

 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare