quinta-feira

"Amor à Primeira Vista" de Catherine Anderson

Publicada por Unknown 3 comentários


Título: Amor a Primeira Vista

Autora: Catherine Anderson / Tradutor: Francisco Freitas e Silva

Páginas: 352

Editora: Ulisseia



Sinopse:
Poucos autores escrevem histórias tão comoventes e de inesgotável ternura como Catherine Anderson. As suas personagens partilham com o leitor a esperança de encontrar o amor perfeito de uma vida inteira.

Todas as leitoras que acompanharam Rafe Kendrik e Maggie Stanley em Uma Luz na Escuridão podem agora revê-los numa nova e apaixonante aventura protagonizada por Ryan, irmão de Rafe a quem este terá de ajudar a ultrapassar um momento difícil. Um acidente sofrido há anos num rodeo deixou Bethany Coulter presa a uma cadeira de rodas. Desde então conheceu tanto as traições como os desgostos de amor, e por isso jurou nunca mais entregar o seu coração a um homem. Mas qualquer coisa em Ryan Kendrick a fez de súbito acreditar que talvez todos esses obstáculos pudessem ser ultrapassados. Ambos partilham a paixão pelos cavalos e têm um imenso sentido de humor. Mas a vida não é absolutamente perfeita. "
 
 
A minha opinião:
Se no primeiro livro já estava rendida a esta autora, então com este, tornei-me FÃ!

Uma escrita muito fluída e sem qualquer tipo de tabu.

As primeira páginas são delirantes, gargalhada atrás de gargalhada. Já tinha provado um pouco do sentido de humor de Catherine Anderson, mas neste livro, a autora revelou ainda mais o seu lado divertido. É um sentido de humor leve e genuíno, onde tudo se encaixa na perfeição!

Gostaria de salientar as descrições que autora faz da linguagem corporal, quase que dou por mim a ter o mesmo tipo de reacções que as personagens, ou seja, a ter um olhar mais sério, a sorrir de uma forma mais envergonhada ou até mesmo a sentir uma mão a fechar perante uma contrariedade.

Catherine Anderson, desta vez, conta a história de um amor à primeira vista. Quando Ryan põe os olhos em cima de Bethany pela primeira vez, sente que aquela é tal, a que ele procurou e nunca encontrou...até agora. Apesar de Bethany ser uma jovem paraplégica, Ryan vai tornar possível o que é impossivel.

No meu dicionário não há a expressão NÃO CONSIGO, porque tudo se CONSEGUE, basta querermos!

(Obrigada Sofia por mais um excelente empréstimo)

terça-feira

Lançamento de "Orbias - O Demónio Branco", uma tarde muito divertida com Fábio Ventura

Publicada por Filipa 5 comentários
Olá :) Eu sou a Filipa, tenho 16 anos e estou no 12º ano. Sou a outra metade (recente, hehe) do blog.

Quem passou ontem pela Fnac do Colombo e não ficou, não faz ideia do que perdeu. Numa sessão de lançamento muito divertida, a Sofia Teixeira (blog Bran Morrighan) apresentou o novo livro de Fábio Ventura, o aguardado - pelo menos por mim e por todas as restantes leitoras fans de Noemi e Sebastian - sucessor de Orbias, As Guerreiras da Deusa.

Como o autor salientou ontem, a história de Orbias é a história de Noemi. É através dela que viajamos pelos dois mundos e ficamos a conhecer as restantes personagens.

Eu gostei muito da apresentação do livro. Li o primeiro e estava ansiosa por poder ter nas mãos o segundo, para finalmente entender o que se passa no epílogo do primeiro Orbias... Deu-me muita vontade de ler O Demónio Branco (que já estou a ler, hehe. Para minha grande satisfação). Os presentes puderam fazer MUITAAAAAAAAAAAAS perguntas, e o Fábio respondeu a todas com um sorriso :D E nem a editora se escapou a algumas perguntas muito interessantes, respeitantes à parte editorial e ao 'trabalho de bastidores' por detrás de um livro. É uma maneira interessante de conduzir uma apresentação, e certamente diferente das últimas a que tenho assistido, porque nos deu a possibilidade de entrarmos um bocadinho mais na história e no mundo de Orbias, ao tentar perceber como ele surgiu, como se relacionam as personagens com o autor e o que mais estará para vir...

Para já, temos o novo livro, sobre o qual planeio escrever quando terminar. Mas posso já dizer que estou certamente agarrada a esta nova aventura.

O vídeo, os contos sobre as Guerreiras e as restantes obras de arte sobre o mundo de Orbias podem ser encontradas na página do facebook do livro e no blog orbiasasguerreirasdadeusa.blogspot.com .
E aqui fica um cheirinho do outro talento do autor:


Beijinhos,
Filipa

segunda-feira

"O Escolhido" - Book Trailer

Publicada por Unknown 0 comentários
"Heros, O Escolhido" de Samuel Pimenta

"Romance original que mescla fantasia, factos da História de Portugal com lendas e mitos do Norte da Europa, mitos antigos e segredos da ciência oculta, sob a pena de um jovem da cidade guardiã do Tejo, Santarém." Criadas pela lendária Rainha-Deusa, as Seis Chaves de Cristal possuem um poder avas..."




sábado

"Os Heróis à Moda de Lisboa" estão quase a chegar!

Publicada por Unknown 1 comentários
"Heróis à Moda de Lisboa" faz parte de um projecto que já conta com dois livros, "Heróis à Moda do Porto" e "Heróis à Moda do Alentejo", que consiste numa reunião de contos nos quais a acção se desenrola nas respectivas regiões. Estas pequenas histórias são escritas de acordo com os vocábulos e expressões típicas locais.
O livro "Heróis à Moda de Lisboa" está a avançar a passos largos. No sábado passado, dia 18 de Setembro, Maria Eugénia Ponte, a coordenadora do projecto, promoveu um encontro com os autores, para que todos se pudessem conhecer. Infelizmente, nem todos tiveram a possibilidade de aparecer, por vários motivos.
Também estive presente neste encontro porque a minha filhota é uma das autoras de um dos contos. A minha filhota, a Filipa Pedroso desde os oito anos de idade que diz que quer ser escritora. Aos dezasseis anos fazer parte deste projecto é para ela, a realização de um sonho.
Eu e o pai, assim como a professora Adelaide fomos os primeiros a incentivá-la a escrever.

Para estarem a par das novidades, podem seguir aqui: http://heroisamodadelisboa.blogspot.com/




Da esquerda para a direita:
Rita Capristano, Pedro Tavares, João Brito (o editor),  Filipa Pedroso, Gena (Mª Eugénia Ponte), Fernanda Carvalho, Liliana Guerreiro, Marco António, Rita Costa, Patrícia Ponte, Guilherme Malaquias

quarta-feira

Amanhã...

Publicada por Unknown 3 comentários
Faço anos...
Pois é, mais um anito...

terça-feira

"Uma Luz na Escuridão" de Catherine Anderson

Publicada por Unknown 1 comentários

Título: Uma Luz na Escuridão

Autora: Catherine Andersen / Tradução: José Freitas e Silva

Género: Romance


Páginas: 350

Editora: Ulisseia

Classificação: 5/5 Bom



Sinopse:
Poucos autores escrevem histórias comoventes e de inesgotável ternura como Catherine Andersen.As suas personagens partilham com o leitor a esperança de encontrar o amor perfeito de uma vida inteira.No intuito de por a salvo a sua vida e a do seu bebé, das mãos de um padrasto violento Maggie Stanley, arrisca tudo numa fuga desesperada passando de um perigo para outro ainda maior. Desde a trágica morte da mulher e dos filhos, Rafe tornou-se num pobre vagabundo que lentamente afoga as suas mágoas no álcool. Assim que conhece Maggie, Rafe pressente que vão envolver-se em problemas. E quando Maggie é subitamente atacada por um grupo de vagabundos, Rafe, por compaixão, decide salvar a jovem mãe e o seu filho. Maggie está simultaneamente grata e preocupada com o seu novo protector. Na extrema solidão, na fase mais sombria que jamais viveu, a compaixão de um desconhecido, muito atraente mas pobre como ela, surge como uma luz na escuridão e proporciona-lhe o conforto e o carinho que sempre desejou e nunca teve. Rafe é bem mais do que aquilo que parece. É um homem enigmático e secreto, que poderia dar a Maggie o céu e a terra, não fora a circunstância de ter jurado a si próprio viver sozinho o resto da sua vida.Para sua surpresa, também Rafe descobre que pela primeira vez, desde há muito tempo, alguém necessita da sua ajuda e está determinado em não os desapontar. É que às vezes o amor surge sem aviso prévio e transforma o mundo mais frio e desapiedado num verdadeiro paraíso. E um homem a quem quase tudo foi roubado, uma mulher que perdeu até mesmo a capacidade de sonhar, e a criança desprotegida que de ambos necessita, podem tornar-se a mais improvável e a mais fabulosa das criações: uma família.

   
A minha opinião:
É o primeiro livro que leio desta autora.

Ao ler as primeiras frases, senti-me de imediato cativada pela história. A expressão que encontro para descrever esta leitura é simplesmente arrebatadora.
A autora mostra-nos sentimentos tão contaditórios como o amor e o ódio, salpicando-os com um pouco de  humor e suspense.

Nesta história temos oportunidade de conhecer duas personagens muito fortes, o Rafe e a Maggie. Cada um traz consigo um sofrimento atroz: Rafe perdeu a mulher e os dois filhos no acidente de automóvel e  Maggie durante anos esteve à mercê de um padrasto que além de abusar dela, também lhe batia.

É uma linda história de amor, apesar da simplicidade com que é narrada, acabamos por descobrir a intensidade e transparência do amor de cada uma das personagens.
A cada página que se vira, as personagens vão vencendo os medos que transportam dentro de si, vão lutando com mais força para ultrapassar as dificuldades e vão sentir que também têm o direito a serem felizes.

O que posso realçar nesta leitura é a maneira doce e suave com que a autora nos descreve as cenas de amor entre Rafe e Maggie. Estas cenas quase que nos tocam cá dentro, são de uma profundidade intensa.

E quando tudo parecia correr sobre rodas, o demónio volta a aparecer e fazer das dele...
Recomendo esta leitura!

(Obrigada Sofia por mais um excelente empréstimo!)

quarta-feira

A Fnac de Leiria tem o prazer de receber Samuel Pimenta!

Publicada por Unknown 0 comentários
Apareçam na Fnac do Leiria Shopping dia 18 de Setembro, próximo Sábado, pelas 21h30m, para a apresentação do livro "O Escolhido".

domingo

"Tim" de Colleen McCullough

Publicada por Unknown 3 comentários

Título: Tim

Autora: Colleen McCullough / Tradução: Maria do Carmo Cary

Género: Romance

Páginas: 199

Editora: Difel



Sinopse:
"Mary Horton, solteirona na casa dos quarenta, rica, solitária, simples, acredita que não precisa de amor nem de amizade, satisfazendo-se com a sua confortável casa, o seu jardim, o seu Bentley e a casa de praia que comprou com o fruto do seu trabalho e dos investimentos realizados, com os livros que lê e a música que ouve sozinha.

Tim Melville, vinte e cinco anos, operário, é filho de Ron e Esme Melville que o receberam como uma dádiva para o seu tardio casamento. Tim tem a beleza e a graça de um deus grego, mas é um simples de espírito, uma criança grande.

No entanto, Ron e Esme, modestos operários australianos, pessoas sensatas e sem ambições, gostam dele pelo que é e preparam-no para trabalhar segundo as suas possibilidades. Tim é um trabalhador insignificante de uma empresa de construção civil, infatigável e esforçado.

Dias de trabalho pesado e fins-de-semana passados com o pai num pub e noites tranquilas junto da família, a ver televisão, representavam para Tim toda a sua perspectiva de vida.

Quando Mary encontra Tim e o contrata como jardineiro durante os fins-de-semana, uma ligação muito forte vai nascer entre eles. Mary sente por Tim o mesmo tipo de amor que sentiria pelo filho que nunca teve; Tim, em contrapartida ensina-lhe a ver o mundo de uma maneira mais simples e optimista, trazendo à sua vida solitária o calor e o afeto que lhe faltavam".

Sobre a autora:
Tim, o primeiro romance de Colleen McCullough, tem já de Pássaros Feridos e Uma Obsessão Indecente que se lhe seguiram, a sensibilidade e a segurança das personagens e a mestria inconfundível de uma história bem contada.

A minha opinião:
Tinha este livro cá em casa e como não tinha lido nada desta autora, foi ficando arrumado na prateleira. Depois de ler "Um Passo à Frente", pensei que havia de ler este, mas tive outras leituras, até que li um comentário no Fórum Nora Roberts da Morrighan, a dizer que foi dos melhores livros que já leu. E pensei para comigo: é agora!

Este livro nada tem a ver com o anterior que eu li da autora ("Um Passo à Frente").
"Tim" é um livro LINDO em todos os aspectos. Lindo porque as personagens são belas fisicamente ; lindo pelas paisagens que nos descreve e mostra e por último, lindo pelo amor que pode existir entre duas pessoas.

Tim é um jovem de 24 anos, mas com mentalidade de uma criança de 5. Fisicamente é considerado um verdadeiro Adónis, parece saído de um quadro de Botticelli. Muito trabalhador, sempre pronto a colaborar nas tarefas que lhe pedem. Da sua personalidade podemos ver que é bondoso, amigo e que tem muito amor para dar. Mas Tim tem um senão, é um jovem mal-acabado, ou seja, tem um atraso mental.
Apesar de ter uns pais velhotes, estes sempre trataram o Tim como uma pessoa normal. Com 15 anos começou a trabalhar como servente de pedreiro para poder ter o seu dinheiro.
Num dos trabalhos que fez para Sra.Emily Parker conhece Miss Mary Horton, uma mulher que vai mulher a vida de Tim, assim como a sua própria vida.
Mary Horton é solteira, e já na casa dos quarenta. Conhecida por ser pouca dada a amizades, Mary Horton foi criada num orfanato até aos 14 anos de idade, idade essa em que começou a trabalhar. O seu objectivo era a conquista de êxito material, mas a partir da altura em que conhece Tim, Mary sente-se a mudar de dia para dia.
Pouco a pouco a amizade entre Tim e Mary vai evoluindo, até que se tornam amigos inseparáveis. Todos comentam a estranha amizade entre um jovem atrasado mental e uma solteirona , mas o que é certo, que ambos vão aprender um com outro. Tim vai aprender a ler e a fazer contas e até o amor de um por uma mulher. Este amor por Mary é puro e transparente. Mary, por sua vez, vai ter sentimentos que até ali não tinha tido. Sempre tentou levar uma vida muito própria e quando se depara com estes sentimentos, Mary vai transformar-se numa mulher diferente e até mesmo vai descobrir que amar é bom e sabe bem.
Mary sempre trata Tim como uma pessoa normal, e tem muita paciência para lhe aquilo que ele não entende à primeira.

Uma das mensagens deste livro é que apesar de Tim ter difuiculdades de aprendizagem, é um jovem com sentimentos, uma pessoa normal.
Muitas vezes, as pessoas  tratam estas pessoas como alguém sem sentimentos, talvez por ignorância ou para salientar mais essa deficiência, mas não o devem de fazer. São pessoas diferentes, que podem ter um aspecto fisíco diferente e limitações de acordo com a doença, mas muitas vezes, nós, ditas pessoas normais não temos limitações?! E não somos todos pessoas diferentes?

Uma leitura obrigatória!!!!

quinta-feira

"As Meninas do Papá" de Tasmina Perry

Publicada por Unknown 4 comentários

Título: As Meninas do Papá

Autora: Tasmina Perry / Tradução: Marta Mendonça
Páginas: 621

Editora: Difel



Sinopse:
O Poder. As Paixões. Os Segredos. O Sexo.

No dia de Natal, Lorde Oswald Balcon é encontrado morto nas imediações do Castelo de Huntsford, a sua nobre e magnificente propriedade em Sussex, no sul de Inglaterra. Margaret Balcon, a mulher, falecera repentinamente vários anos antes. Juntos, formavam o casal mais influente na alta sociedade londrina. Com a morte de Margaret, a família perde grande parte da sua notoriedade social.

As suas filhas acabam por crescer num ambiente de austeridade e desprendimento afectivo por parte do pai. Já adultas, são elas que recuperam o interesse dos media pela família, tendo herdado a graciosidade e o charme da mãe.

Venetia, a mais velha, é uma das mais bem sucedidas designers de interiores do país, mas é uma mulher frustrada na vida pessoal; Cate, o patinho feio da família aos olhos de Oswald, dedica-se de corpo e alma ao meio editorial, criando a sua própria revista de moda e viagens; Camilla é uma mulher que põe a sua carreira acima de tudo e uma advogada prestigiada, com fortes aspirações políticas; por último, Serena, considerada a mais bela de todas, é igualmente a mais frágil. Modelo e actriz, é a menina dos olhos do pai e o principal alvo dos paparazzi. Tido por muitos como um homem austero, altivo, cínico e impiedoso, Lorde Oswald reunira vários inimigos, entre os quais as próprias filhas. O leitor é convidado a entrar no mundo cheio de glamour das irmãs Balcon e a descobrir se alguma das «meninas do Papá» terá realmente cometido o crime.


Críticas de imprensa:
«Lugares cheios de glamour, personagens sensuais e sensacionais, e um enredo explosivo deixam o leitor em suspenso até ao último virar de página.» Play Magazine

«Um delicioso mistério que se lê de um fôlego. Uma leitura perfeita para qualquer ocasião.» Marie Claire

«Impossível de parar de ler enquanto o explosivo clímax não for revelado.» Closer

«Um romance cheio de sensualidade com o espírito de O Sexo e a Cidade, OC - Na Terra dos Ricos e Dallas.» Cosmopolitan


Sobre a autora:
Após uma licenciatura em Direito, desistiu da carreira de advocacia para enveredar pelo mundo mais glamoroso do jornalismo de moda feminino, vindo a receber posteriormente o prémio de Jornalista Revelação do Ano.

Continuou a escrever para revistas como Marie Claire, Glamour e Heat, tendo finalmente encontrado tempo para fundar a sua própria revista de viagens e moda, a Jaunt.

Actualmente, é Editora Chefe da revista In Syle e vive em Surrey.


A minha opinião:
Uma leitura muito glamourosa!
Ler este livro foi como entrar na alta sociedade, onde o poder, as paixões,  os segredos e o sexo dominam o ambiente.

A autora soube ao longo das páginas descrever cada uma das personagens com características bem marcantes.
Lord Oswald Balcon, um viúvo,  é pai de quatro filhas e proprietário de Huntsford. Um homem sem escrupúlos, até mesmo para com as suas próprias filhas. Oswald pretende ser ele, sempre um homem que detém o poder acima de qualquer pessoa. Ele tem de ser sempre a figura suprema.

Venetia, a filha mais velha de Oswald, é uma designer de interiores. Está casada com Jonhatson Von Bismark,  um homem bem sucedido no mundo dos negócios e apesar de tentarem, não conseguem conceber um filho, para tristeza de Venetia. Esta vive num mundo do faz de conta, onde os sentimentos têm de ser escondidos, para que tudo continue a funcionar dentro da normalidade que conhece.
Mas aos pouco, tudo vai mudando.
Jonhatson tem algumas acções na empresa de Venetia, as quais pretende passá-las para o sogro. A justificação que dá à esposa é que a vida dos negócios não lhe permite disponibilizar tempo para as reuniões da empresa e ao passar as acções para o sogro sabe que este vai poder continuar a controlar os negócios de Venetia.
Depois disso, Jonhatson morre num incêndio em casa de Diego Bono, estilista na empresa de Venetia.
Mais tarde, ao encontrar-se em Nova Iorque para tentar arrendar uma loja para expandir o seu negócio, embora não conte com o apoio do pai, Venetia reencontra Luke, o seu primeiro amor. Ao conversarem, Venetia vem a saber que o seu pai deu bastante dinheiro para que Luke se afastasse da filha e da família Balcon.

Cate é a filha de Oswald que tem de provar que consegue fazer algo de útil , pois, durante toda a sua vida foi acusada pelo pai, de não fazer nada de jeito, nem mesmo de socorrer a mãe quando teve um anorisma  fatal.
Cate trabalha numa revista de moda. Depois de ser despedida , Cate junta-se a Nick, também ele um homem experiente no meio, para lançar uma revista de viagens. Esta revista tem como objectivo ser uma lufada de ar fresco num mundo editoral.

Camilla é uma prestigiada advogada. Põe a carreira está acima de tudo. A ambição leva-a a concorrer para um lugar na Câmara dos Lordes, ao qual é bem sucedido. Oswald depois de saber que a Camilla é membro do Partido Conservador, tenta chantagiá-la, dizendo que vai revelar o segredo dela.

Por fim, a filha mais nova, Serena. Serena é uma actriz com sucesso na Inglaterra, mas isso não chega, ela pretende também ser um sucesso em Hollywood.
Com um namoro já desgastado pelo tempo com Tom Archer, também ele actor, Serena dá por terminada a relação depois fazer um cruzeiro onde conhece Michael Sakis, proprietários de hóteis de luxo em todo o mundo. Tudo corre bem nesta relação, até porque Michael sabe do que é que a Serena Balcon gosta. Serena gosta de vestir roupas dos estilistas de nome, assim, como de calçar sapatos de marcas conceituadas e de usar boas jóias.
Certo dia, Serena vai ter com o Michael e encontra-o na cama com duas prostitutas. A relação termina. Serena descobre que está grávida de Michael e com isso vê toda a sua carreira de actriz ir por água abaixo, até mesmo o início de carreira em Hollywood.

Com estas vidas atribuladas, as meninas do papá mantêm uma união entre elas que as leva a superar todas as adversidades e vão perceber que afinal o mais importante não é o dinheiro, nem o poder, nem mesmo a beleza, mas sim o amor  e a amizade.
As meninas do papá são mulheres que lutam pelo que desejam e cada uma dela, o único desejo é de serem felizes.

Um livro que recomendo, por ser uma leitura agradável, embora longa...tem 621 páginas.

(Obrigada Sofia pelo excelente empréstimo!)
 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare