terça-feira

"Uma Luz na Escuridão" de Catherine Anderson

Publicada por Ana Isabel Pedroso

Título: Uma Luz na Escuridão

Autora: Catherine Andersen / Tradução: José Freitas e Silva

Género: Romance


Páginas: 350

Editora: Ulisseia

Classificação: 5/5 Bom



Sinopse:
Poucos autores escrevem histórias comoventes e de inesgotável ternura como Catherine Andersen.As suas personagens partilham com o leitor a esperança de encontrar o amor perfeito de uma vida inteira.No intuito de por a salvo a sua vida e a do seu bebé, das mãos de um padrasto violento Maggie Stanley, arrisca tudo numa fuga desesperada passando de um perigo para outro ainda maior. Desde a trágica morte da mulher e dos filhos, Rafe tornou-se num pobre vagabundo que lentamente afoga as suas mágoas no álcool. Assim que conhece Maggie, Rafe pressente que vão envolver-se em problemas. E quando Maggie é subitamente atacada por um grupo de vagabundos, Rafe, por compaixão, decide salvar a jovem mãe e o seu filho. Maggie está simultaneamente grata e preocupada com o seu novo protector. Na extrema solidão, na fase mais sombria que jamais viveu, a compaixão de um desconhecido, muito atraente mas pobre como ela, surge como uma luz na escuridão e proporciona-lhe o conforto e o carinho que sempre desejou e nunca teve. Rafe é bem mais do que aquilo que parece. É um homem enigmático e secreto, que poderia dar a Maggie o céu e a terra, não fora a circunstância de ter jurado a si próprio viver sozinho o resto da sua vida.Para sua surpresa, também Rafe descobre que pela primeira vez, desde há muito tempo, alguém necessita da sua ajuda e está determinado em não os desapontar. É que às vezes o amor surge sem aviso prévio e transforma o mundo mais frio e desapiedado num verdadeiro paraíso. E um homem a quem quase tudo foi roubado, uma mulher que perdeu até mesmo a capacidade de sonhar, e a criança desprotegida que de ambos necessita, podem tornar-se a mais improvável e a mais fabulosa das criações: uma família.

   
A minha opinião:
É o primeiro livro que leio desta autora.

Ao ler as primeiras frases, senti-me de imediato cativada pela história. A expressão que encontro para descrever esta leitura é simplesmente arrebatadora.
A autora mostra-nos sentimentos tão contaditórios como o amor e o ódio, salpicando-os com um pouco de  humor e suspense.

Nesta história temos oportunidade de conhecer duas personagens muito fortes, o Rafe e a Maggie. Cada um traz consigo um sofrimento atroz: Rafe perdeu a mulher e os dois filhos no acidente de automóvel e  Maggie durante anos esteve à mercê de um padrasto que além de abusar dela, também lhe batia.

É uma linda história de amor, apesar da simplicidade com que é narrada, acabamos por descobrir a intensidade e transparência do amor de cada uma das personagens.
A cada página que se vira, as personagens vão vencendo os medos que transportam dentro de si, vão lutando com mais força para ultrapassar as dificuldades e vão sentir que também têm o direito a serem felizes.

O que posso realçar nesta leitura é a maneira doce e suave com que a autora nos descreve as cenas de amor entre Rafe e Maggie. Estas cenas quase que nos tocam cá dentro, são de uma profundidade intensa.

E quando tudo parecia correr sobre rodas, o demónio volta a aparecer e fazer das dele...
Recomendo esta leitura!

(Obrigada Sofia por mais um excelente empréstimo!)

1 comentários:

Maria Eugenia Ponte on 04:47 disse...

Espero que tenha sido um óptimo dia!!!
Parabéns, beijinhos grande,
Gena

 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare