quarta-feira

"Não digas a ninguém" de Luísa Castel-Branco

Publicada por Ana Isabel Pedroso

Título: Não Digas a Ninguém

 Autora:  Luísa Castel-Branco

Páginas: 360

Editora: Oficina do Livro


Sinopse:
Beatriz, Rita e Samuel são amigos desde a infância, tendo as suas vidas seguido rumos diferentes: a primeira é casada, mãe de três filhos e um casamento (aparentemente) feliz; a segunda, separada, com um namorado ausente e uma filha problemática; Samuel, casado e com dois filhos adolescentes, vive a imagem da família tradicional. Quando os três amigos decidem passar uns dias juntos, não imaginam até que ponto as suas vidas podem mudar.

O aparecimento de uma mulher misteriosa, Benedita, vai transformar o que deveria ser um fim-de-semana tranquilo numa descida ao inferno, onde cada uma das personagens é confrontada com os seus medos e desejos proibidos.

Luísa Castel-Branco regressa ao romance e surpreende os leitores com esta fábula moderna em tom de crítica social, que é também uma história sobre os afectos, o valor da amizade e o poder do amor e do perdão.
 
 
Sobre a autora:
Luísa Castel-Branco nasceu em Lisboa em 1954. A sua vida esteve desde sempre ligada à comunicação: começou por colaborar no jornal Semanário e mais tarde fez parte do grupo fundador da revista Máxima.


Foi assessora de imprensa de vários gabinetes ministeriais, criou uma agência de comunicação dedicando-se à área do marketing político.

Em 1999, foi convidada a integrar o projecto CNL, onde começou a sua carreira televisiva. Depois do talk show «Luísa», apresentou o concurso «Dinheiro à Vista» (TVI), seguido de «Emoções Fortes» e «O Elo Mais Fraco» (RTP1). Na SIC Mulher, apresentou «Vícios e Virtudes» e participou ainda em «Eles por Elas».

Depois de em 2001 ter publicado Luísa – o seu primeiro livro – estreou-se no romance com Alma e os Mistérios da Vida, uma obra que convenceu a crítica e conquistou o público.


A minha opinião:
Foi com total surpresa que comecei a ler as primeiras páginas e passo a explicar. O primeiro contacto que tive com a autora foi quando ela apresentava o extinto canal CNL, há um bom par de anos. Era fã! Gostava do modo como a Luísa Castel-Branco abordava os temas. Depois fui acompanhando o seu percurso profissional, mas não com o mesmo entusiasmo e não sei responder porquê.

Quando saiu o seu primeiro romance "Alma e Mistérios da Vida" fiz questão de o ler. Gostei. Era uma história simples, mas envolvente. Levava o leitor a "entrar" no livro e a fazer parte do enredo. Mas este seu segundo romance, não me consigo associar à autora. Acho-o um pouco banal, diria mesmo superficial.

A mensagem que senti ao ler este romance é sobre a amizade. A autora mostra-nos que a amizade é um sentimento muito profundo e muito transparente.

Este livro situa-nos no Monte dos Suspiros, num pacato hotel. Três casais amigos com os respectivos cônjugues e filhos juntam-se num fim de semana prolongado, onde tudo parece acontecer.
Beatriz, a mulher de João e mãe de Bia, Pedro e Diogo é a organizadora do fim de semana. Estes são um casal exemplar para os amigos.
Maria da Graça e Samuel, ambos muito devotos da igreja são pais da Gracinha e do Bernardo.
Rita é a mãe de Matilde e companheira do Manuel. Rita, é uma personagem fora do comum, sempre pronta a dar nas vistas com o seu tipo de linguagem.

Neste fim de semana tudo vai acontecer! Um marido que sabe da traição da mulher, uma jovem que está grávida do irmão da amiga e um dos rapazes revela que é homossexual.

Além destes amigos de longa data, aparece Benedita, uma personagem que encarna a figura do diabo.

Apesar de todas as adversidades num só fim de semana, estes amigos vão apoiar-se uns nos outros e fazer valer a grande amizade que os une.

(Obrigada SARASC pelo bookRing!)

1 comentários:

Marta on 04:02 disse...

Aqui esta um livrinho que tenho curiosidade em ler. bjs

 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare