quinta-feira

"O Jogo da Verdade" de Sveva Casati Modignani

Publicada por Ana Isabel Pedroso


Sinopse:

Roberta é uma jovem livreira em plena crise existencial e conjugal - Oscar, o marido, com quem casou contra a opinião de toda a gente, revela-se incapaz de responder às suas necessidades e de assumir as responsabilidades de uma família.


Uma história de ligações profundas e paixões intensas em que Sveva Casati Modignani, através do confronto entre duas gerações de mulheres, nos conta como éramos antes e como somos agora.
Uma dolorosa reflexão leva Roberta a percorrer o passado e a descobrir as raízes do seu mal-estar, que remontam à infância, passada no meio dos afectos envolventes da família paterna, onde a mãe, Malvina, brilhava pela ausência. Feminista convicta no período turbulento de 68, Malvina escolhera viver de acordo com os seus princípios e confia a filha ao companheiro. Desta situação vão nascer, ao longo do tempo, dramas, mal-entendidos, conflitos mal resolvidos e também segredos há muito guardados. E é apenas ao dissipar estas sombras que Roberta vai conseguir superar a crise e reconciliar-se consigo mesma.
Sobre a autora:
Sveva Casati Modignani é um dos nomes mais populares da actual ficção italiana, tendo publicado já catorze romances, que venderam cerca de dez milhões de exemplares e que deram origem a alguns filmes e séries televisivas de sucesso.
No catálogo da ASA estão já publicados, com enorme sucesso, os seus romances Baunilha e Chocolate, A Viela da Duquesa, Desesperadamente Giulia e 6 de Abril '96.
Quem desejar consultar o site da autora pode fazê-lo em http://www.sveva.ws/



A minha opinião:
Nos livros escritos pela Sveva é natural encontrarmos mulheres fortes, mulheres que dominam.
Neste livro podemos encontrar em Roberta e na Malvina, duas mulheres, que embora tenham personalidades fortes, também demonstram alguma fragilidade.


Ao longo da leitura do livro vamos dando que as personagens crescem até encontrarem um ponto de equilíbrio.
Foi uma leitura agradável, embora se encontre um pouco distante de outros livros da autora.

4 comentários:

bauny on 14:25 disse...

Olá Ana!! Este ainda não li, mas também não fiquei muito entusiasmada com a tua opinião... Bjs e boas leituras!!

Marta on 06:59 disse...

Uma historia, que salta do presente ao passado, de personagem em personagem, mas que nunca nos deixa perder o entusiasmo e a emoção.
É sem dúvida mais uma lição de vida para todas as mulheres e também para todos os homens. Mais uma leitura que só conseguimos parar no fim, uma leitura leve e rápida, mas que nos faz reflectir.

Beijinho e boas leituras

Lígia on 18:01 disse...

Ainda me faltam ler muitos livros desta autora que tenho na estante e este é um deles...
Dos que li, ou achei mornos ou adorei... Além da história, acho que esta é daquelas autoras que se tem de ler com a disposição certa para apreciar devidamente a leitura.
Beijinho

Carol Matlombe disse...

Comprei este livro em 2015 se não me falha a memória e só agora em 2016 consegui terminar a leitura. Normalmente sou daquele tipo de leitoras que não consegue parar de ler mesmo que o livro não agrade, mas desta vez o vício me foi quebrado. Entre várias paragens consegui finalmente, e com um pouco mais de entusiasmo, ler esta estória de Roberta e Malvina. entretanto o livro faz-me lembrar a tantos outros livros da autora. Gosto da autora mas penso que não sai da mesmisse ou, se calhar deva estar completamente afogada em autores como Nora Roberts e Dan Brown.

 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare