sexta-feira

"Mil Sóis Resplandecentes" de Khaled Hosseini

Publicada por Ana Isabel Pedroso
Sinopse:

Mil Sóis Resplandecentes é um romance pleno de sensibilidade que conta já com mais de meio milhão de exemplares vendidos e os lugares cimeiros dos tops dos diversos países onde se encontra publicado.



Tendo como pano de fundo as convulsões sociopolíticas que abalaram o Afeganistão nas últimas três décadas, conhecemos Mariam e Laila, duas mulheres que a guerra e a morte obrigam a partilhar um marido comum e cuja coragem lhes permitirá lutar pela sua felicidade num cenário impiedoso.



Uma obra inesquecível que evoca o que há de mais intrínseco a todos os seres humanos: o direito ao amor, a um lar e à integridade.


Sobre o autor:

Khaled Hosseini nasceu em Cabul, no Afeganistão, em 1965, onde viveu até aos 11 anos, filho um diplomata e de uma professora de Literatura.



Quando o seu pai foi convidado a trabalhar na embaixada afegã em França, a família mudou-se para Paris. O seu regresso estava previsto para 1980, mas por essa altura, já o Afeganistão sofria a invasão soviética e um sangrento golpe de estado, pelo que a família Hosseini é obrigada a pedir asilo político aos Estados Unidos. Mudam-se então para San Diego e é lá que Khaled Hosseini tira o curso de Medicina, na Universidade da Califórnia.



Em 1993 começou a trabalhar como médico interno e em 1996 como físico. Em 2001 escreveu o Menino de Cabul, o seu primeiro romance, que está a ser adaptado ao cinema por Marc Forster e Sam Mendes.

A minha opinião:

Acabei!

É um misto de emoções. Ainda estou a digerir a leitura.

Eu gostei muito do livro, mas tenho que dizer que houve certas partes que me foi dificil avançar, devido à brutalidade com que Laila e Miriam eram tratadas pelo marido, Rashid. Como é que é possível em pleno século XXI mulheres dos países orientais serem tratadas assim!!!

A Miriam nasceu ao mundo com pouca sorte, nunca soube o que era ser feliz.

A Laila, depois de anos de sofrimento encontrou Tariq e a sua vida voltou a sorrir. Tariq pode assim conhecer a sua filha Aziza.

Recomendável a todas as pessoas!!!

(Obrigada Melrita pelo BookRing!!!)

13 comentários:

Ana C. Nunes on 14:08 disse...

Tenho muita vontade de ler este e outros livros do autor, mas infelizmente não tenho nenhum.

Marta on 02:50 disse...

Ola Ana
Este livrinho faz parte da minha estante, do lado dos não lidos. Mas com o teu comentário fiquei curiosa.
Beijinho e continuação de boas leituras

O Báu da Mimi on 11:55 disse...

Beijinhos grandes linda e boa semna**

Ferncarvalho on 13:08 disse...

Gostei imenso deste livro. É difícil de ler, mas bom.

Boas leituras!

Érica on 07:46 disse...

Eu li de Khaled Hosseini "O caçador de Pipas" e "A cidade do Sol", - que é o mesmo que "O menino de Kabul" e "Mil sóis resplandecentes" - chorei copiosamente durante a leitura deles. Foram experiências difíceis, mas até hoje ressoa em minha mente a frase de Hassim "Pour vous, un millier des fois" (perdão é que o li em francês). A fidelidade de Hassan por Amir e a amizade que se firma entre Miriam e Laila são grandes exemplos para nós.

http://alma-feminina.blogspot.com/

patricia disse...

minha filha se chama mariam,por causa do livro cidade do sol.

Anónimo disse...

minha filha se chamará Laila por conta do livro.. sem exageros, foi um dos melhores livros que ja li!

Anónimo disse...

Foram os dois melhores livros que ja li na vida. Emocionantes histórias e lições que ficarão pra sempre na minha memória.

MissLany on 15:57 disse...

Além desse livro e do Caçador de pipas há outros livros do autor?

Anónimo disse...

Também adorei o livro e fico sempre chocada e abalada com este tipo de tratamento que algumas mulheres ainda sofrem, sem falar dos anos de guerra que o Afeganistão viveu e das mortes que ocorreram, muito triste. Tenha cuidado, a sua opinião está cheia de spoilers, quem ainda não leu o livro ficará a saber o final só por aqui

Patti Mazzuquello on 17:06 disse...

Gosto muito desse autor ja li a cidade do sol, o caçador de pipas e comecei de ler O silêncio das montanhas.

Rosane Wille disse...

Incrivelmente bem escrito:consegue tocar a alma humana. Uma leitura que nos faz pensar, chorar e ficarmos mais perto da verdadeira sensibilidade emocional...

Ronaldo Sousa on 16:07 disse...

A Cidade do Sol e O Silêncio das Montanhas.

 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare