terça-feira

Já Não Se Fazem Homens Como Antigamente" de Daniela Pereira, João Pedro Duarte e Pedro Miguel Rocha., Miguel Almeida

Publicada por Ana Isabel Pedroso


Título: Já Não se Fazem Homens como Antigamente

Autores: Daniela Pereira, Pedro Miguel Rocha, Miguel Almeida, João Pedro Duarte

Páginas: 176

Editora: Esfera do Caos

Coleção: Esfera Contemporânea
 
 
Sinopse:
Lá diz o povo que rir é o melhor remédio. E que a brincar se dizem as coisas sérias. E também as patetices, se tudo correr pelo melhor. Este livro levanta assim questões fundamentais para o futuro da humanidade: Os velhotes não deveriam ter o Viagra comparticipado pelo SNS? Se as pessoas das relações virtuais fossem assim tão interessantes estariam mesmo nos chats? Não seria já altura de perdermos a vergonha e abastecermos a nossa despensa de artigos da Sex Shop? Estas histórias falam sobre o prato principal, o Amor, isso é garantido! Mas com o acompanhamento de outros sabores como a ilusão, a obsessão, ou a tão portuguesa saudade, num registo humorístico, sentimental e despretensioso.


Sobre os autores:

Daniela Pereira
Autora dos livros "Cortar as palavras num só golpe" (2005), "Afectos Obsessivos: A poesia curiosamente sem açúcar" (2007) e "Nas águas do verso - 100 autores - 100 poemas (2008).

João Pedro Duarte
Nasceu a dois passos do Chapitô e do Castelo de São Jorge. Era a banda gótica The Cure que lhe enchia os ouvidos quando andava no Liceu de Oeiras. Licenciado em Psicologia, cedo demonstrou interesse por uma área menosprezada, a Psicologia Transpessoal de Carl Jung, que aborda o fenómeno da parapsicologia. Foi Monitor de Educação de crianças internadas em IPSS. Trabalhou com crianças autistas na APPACDM. Vive no centro histórico de Lisboa e já não prescinde da vista panorâmica sobre o rio e das calçadas mouriscas. Cruzou-se entretanto com diversos artistas, cantores, fotógrafos, artesãos e escritores e com eles criou cumplicidades indestrutíveis.

Miguel Almeida
Miguel Almeida nasceu em Rãs, pequena aldeia do distrito de Viseu, em 1970, e fez o ensino básico e secundário em Sátão. Este é o seu terceiro livro publicado, depois de Um Planeta Ameaçado: A Ciência Perante o Colapso da Biosfera (Esfera do Caos, 2006) e A Cirurgia do Prazer: Contos Morais e Sexuais (Esfera do Caos, 2010). Licenciado em Filosofia (Variante de Filosofia da Ciência) pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde também fez o Mestrado em Filosofia da Natureza e do Ambiente, exerce actualmente funções docentes na Escola Secundária Cacilhas-Tejo, em Almada. Vive na Costa da Caparica, com a mulher, Carla, e o filho, Gabriel, na proximidade poética da família e do mar. Está já a preparar futuros livros, nas áreas da prosa de ficção e da poesia.

Pedro Miguel Rocha
Licenciou-se em Ensino de Português e Inglês em 1997. Complementou a sua formação académica, em 2006, com uma Pós- Graduação em Ciências da Informação e da Documentação. Para além da escrita, gosta de ler, de viajar, de caminhar pela Natureza e de apreciar um céu primorosamente estrelado. Obras publicadas: Juntos Temos Poder (2009); Chegámos a Fisterra (2010); Já não se fazem Homens como antigamente (2010, em co-autoria).

A minha opinião:
Um livro lido na altura certa. Um livro bem divertido onde podemos encontrar personagens bem características como a Clara e o casal Solidónio e a dona Maria da Encarnação.

Quatro contos. Quatro autores. E divertimento a multiplicar por quatro.

Já não se fazem homens como antigamente, lá isso é verdade, mas não são só os homens, as mulheres também já não são como as de antigamente, assim como a sociedade. Em alguns casos passámos do oito para o oitenta...

A realidade nua e crúa está bem retratada neste excelente livro de humor.

"Rir é o melhor remédio!"

2 comentários:

The fanatic reader on 08:23 disse...

Nunca imaginei o poeta Miguel Almeida a colaborar num livro destes

Ana on 16:02 disse...

E com um conto bem hilariante!

 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare