terça-feira

"A Sociedade Literária da Tarte da Casca de Batata de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows

Publicada por Ana Isabel Pedroso


Título: A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata

Autoras: Mary Ann Shaffer e Annie Barrows

Editora: Objectiva

Páginas: 377



Sinopse:
Londres, 1946. Depois do sucesso estrondoso do seu primeiro livro, a jovem escritora Juliet Ashton procura duas coisas: um assunto para o seu novo livro, e, embora não o admita abertamente, um homem com quem partilhar a vida e o amor pelos livros. É com surpresa que um dia Juliet recebe uma carta de um senhor chamado Dawsey Adams, residente na ilha britânica de Guernsey, a comunicar que tem um livro que outrora pertenceu a Juliet. Curiosa por natureza, Juliet começa a corresponder-se com vários habitantes da ilha. É assim que descobre que Guernsey foi ocupada pelas tropas alemãs durante a segunda Guerra Mundial, e que as pessoas com quem agora se corresponde formavam um clube secreto a que davam o nome de Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata. O que nasceu como um mero álibi para encobrir um inocente jantar de porco assado transformou-se num refúgio semanal, pleno de emoção e sentido, no meio de uma guerra absurda e cruel.



A minha opinião:
Este livro revelou-se uma leitura muito interessante.
A forma original como as autoras estruturam o livro, pareceu-me muito cativante. A troca de mensagens através de cartas, telegramas e telefonemas funcionou na perfeição. O leitor acaba por estar sempre ansioso em virar a página.

Conforme ia avançando na leitura deste livro, a sensação eraum deja vu. Quem ler isto é capaz de pensar, mas isto não faz sentido nenhum! Para mim fez! Comparei a Sociedade Literária da Casca da Batata à comunidade do Bookcrossing. A troca de mensagens no forum, a proximadade entre alguns membros, a troca de experiência, leva-nos a te uma relação de grande amizade, mesmo sem os conhecermos pessoalmente. Isso também acontece com a personagem principal, a Juliet com os membros da Sociedade. Através das cartas, Juliet cria uma relação muito próxima, até que chega uma altura é que há uma necessidade urgente de os intervenientes se conhecerem ao vivo e a cores.

Este livro, como já referi fala na amizade, na troca, na partilha e na necessidade das pessoas se reunirem para discutirem por algo que as une.

Bastante recomendável!

(Obrigada Ligiafteixeira por mais esta excelente partilha)

1 comentários:

on 02:11 disse...

Caro Amigo/Amig@ blogueiro/blogueira,

Livros existem para aventurarem-se de mão em mão, enchendo olhos e mentes, traspassando mundos vários, continentes distantes, até mesmo galáxias perdidas deste infinito Universo, sem respeitar nem mesmo as fronteiras do senhor Tempo.


É com base neste espírito que Lisboa acaba de ganhar um novo Alfarrábio on-line. É o www.livrilusao.com, que vende livros usados e novos.
No entanto, não queremos ser apenas um alfarrábio a mais. Para além de comprarmos, vendermos e trocarmos livros, buscamos também interagir com todos que queiram trocar ideias connosco sobre livros, artes em geral e tudo o mais relacionado com Cultura.

Convidamos-te a visitar a nossa página e, se achar interssante, ajudar a divulgá-la, seja por meio de seu blog, seja repassando esta mensagem para a sua lista de emails.
Vamos dar continuidade à aventura dos livros!
Obrigada,

Giulia Pizzignacco,
Livrilusão

 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare