quarta-feira

"A Sombra do Vento" de Carlos Ruiz Zafón

Publicada por Ana Isabel Pedroso 5 comentários


Sinopse:
A Sombra do Vento é um mistério literário passado na Barcelona da primeira metade do século XX, desde os últimos esplendores do Modernismo até às trevas do pós-guerra. Um inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, num crescendo de suspense que se mantém até à última página.

"Este livro foi um dos acontecimentos de 2004, pela sua qualidade de escrita, pela história fantástica e, sobretudo, por ter sido um dos poucos livros que li duas vezes com gosto redobrado. A história tem tudo: mistério, morte, polícia, perseguição, sexo, amizade e política. Carlos Ruiz Zafrón consegue agarrar o leitor desde o primeiro instante e, nas últimas páginas, confrontamo-nos com o drama de querer chegar ao fim e, ao mesmo tempo, querer fazer render o livro."


Sobre o autor:
Carlos Ruiz Zafón nasceu em Barcelona em 1964. Inicia a sua carreira literária em 1993 com El Príncipe de la Niebla (Prémio Edebé), a que se seguem El Palacio de la Medianoche, Las Luces de Septiembre (reunidos no volume La Trilogía de la Niebla) e Marina. Em 2001 publica A Sombra do Vento, que rapidamente se transforma num fenómeno literário internacional. Com O Jogo de Anjo (2008) regressa ao Cemitério dos Livros Esquecidos. As suas obras foram traduzidas em mais de quarenta línguas e conquistaram numerosos prémios e milhões de leitores nos cinco continentes. Actualmente, Carlos Ruiz Zafón reside em Los Angeles, onde trabalha nos seus romances, e colabora habitualmente com La Vanguardia e El País.



A minha opinião:
Este seria daqueles livros que me passaria um pouco ao lado.
Em conversa com a minha amiga Diana, do blogue Refúgio dos Livros, ela disse-me que eu deveria de ler este livro, que não me iria arrepender.

Depois, segui o conselho de uma outra amiga e fiz a minha inscrição na Biblioteca Muncipal das Galveias. Foi a primeira vez que entrei numa biblioteca com aquela dimensão. O ar que se respira é um ar a livros, a autores, a histórias de todos os géneros...fiquei fascinada.

Tendo o livro nas minhas mãos não resisti, coloquei a leitura do momento de lado e comecei. Senti-me cativada ao primeiro instante e depois acabei por ser totalmente absorvida.
Li muitas críticas acerca deste livro, todas elas sempre muito positivas, mas nada se compara à leitura. Fiquei totalmente rendida.

(Biblioteca Municipal das Galveias)

terça-feira

"Operação Dominó" de Luis Miguel Ricardo

Publicada por Ana Isabel Pedroso 1 comentários
Este livro será uma das minhas próximas leituras.


Sinopse:
A pacatez de uma aldeia do interior alentejano é subitamente abalada por um crime de contornos vingativos. Com uma vítima mortal e um suspeito em fuga, a equipa da O.S.I.C. (Organização Secreta de Investigação Criminal) entra em campo. O que, à partida, parecia um delito de fácil resolução revela-se, com o avançar das pesquisas, numa complexa e perigosa teia de coincidências e equívocos premeditados. O desenrolar da trama alterna entre dois cenários principais: um Alentejo profundamente rural e a região de New England, nos Estados Unidos da América.

Crime, drama, intriga, comédia, drogas, prostituição, Educação e Formação de Adultos, investigação criminal, cultura e tradições de um Alentejo profundamente rural, tradições e cultura de uma América do norte a descobrir, são alguns dos ingredientes chave deste “romance policial com rosto humano”.


“Em Operação Dominó, mais do que o deslindar de um crime, Luís Miguel Ricardo deslinda pessoas. Débeis seres humanos feitos e refeitos na rudeza dos dias, aonde a mais banal das ocorrências se traduz nas únicas conversas possíveis. Aonde a dor e a alegria de uns se materializa eternamente na voz de outros. Enquanto leitores estamos situados num interior do país que o autor, propositadamente, desprovido de quaisquer artifícios de linguagem, põe a cru … o do interior das pessoas que vivem fragilizadas de existirem apenas na geografia que os viu nascer, crescer e morrer.”
Jorge Serafim – Contador de histórias


Sobre o autor:
Luís Miguel Ricardo nasceu a 25 de Junho de 1973, em Ferreira do Alentejo.

Licenciado em Filosofia da Cultura e Formação Educacional pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; Pós-Graduado em Ciências Criminais pela Universidade Moderna; Pós-Graduado em Educação e Formação de Adultos pela Universidade do Algarve.

Entre 1997 e 2000, foi Diretor das publicações “Fazedores de Letras” e “Éthos, Revista de Letras”. Atualmente, é colaborador assíduo no Jornal de Ferreira.

Da sua carreira no campo das letras criativas destacam-se dois segundos lugares em concursos literários nacionais e a publicação dois livros na modalidade de romance e a coordenação de um projecto literário: Prémio Literário Lindley Cintra, promovido pela Faculdade de Letras de Lisboa, em 1996, com o conto Enigma Final; Prémio Nacional Literário Fialho de Almeida, em 2005, promovido pela Câmara Municipal de Cuba, com o título Fado Sambado; o livro Ritos do Desespero, publicado em 2006 pela editora Campodosmedia; o livro Operação Dominó, publicado em 2009 pela editora Lugar da Palavra; o livro Heróis à Moda do Alentejo, publicado em 2010 pela editora Lugar da Palavra.

Pode ainda visitar o blogue do livro, aqui: http://www.operacaodomino.blogspot.com/

sábado

Publicada por Ana Isabel Pedroso 0 comentários
~

Hoje é o Dia Mundial do Livro, aproveite para oferecer um livro com História e histórias de humor!!!

"Heróis à Moda de Lisboa" é o terceiro livro da colecção, Heróis à Moda de…, da autoria da Lugar da Palavra Editora e coordenado por João Carlos Brito.
Sucede a Heróis à Moda do Porto (Janeiro de 2010) e a Heróis à Moda do Alentejo (Junho de 2010).
Já foi lançado também Heróis à Moda da Madeira e seguir-se-á Minho, Algarve e Trás-os-Montes, em 2011.
O projecto concluir-se-á, em 2013, com a publicação do Grande Dicionário dos Falares Marginais.

Podem adquirir o livro  na FNAC, na Bertrand, na Almedina, na Bulhosa/Leitura, no El Corte Inglés e na Wook/Porto Editora.

Também está à venda nas grandes superfícies (Auchan e Continente) e em muitas "pequenas" livrarias (Barata, Portugal e na Leya), em todo o país.
E, claro, também na editora Lugar da Palavra.

sexta-feira

Dia Mundial do Livro

Publicada por Ana Isabel Pedroso 0 comentários
 


Amanhã é o Dia Mundial do Livro, aproveite para oferecer um livro com História e histórias de humor!!

segunda-feira

Uma frase do livro "A Sombra do Vento" de Carlos Ruiz Zafón

Publicada por Ana Isabel Pedroso 3 comentários


«- Os presentes dão-se por prazer de quem oferece, não por mérito de quem recebe - disse o meu pai. - Além disso, já não se pode devolver. Abre-o.»

terça-feira

"A Sociedade Literária da Tarte da Casca de Batata de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows

Publicada por Ana Isabel Pedroso 1 comentários


Título: A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata

Autoras: Mary Ann Shaffer e Annie Barrows

Editora: Objectiva

Páginas: 377



Sinopse:
Londres, 1946. Depois do sucesso estrondoso do seu primeiro livro, a jovem escritora Juliet Ashton procura duas coisas: um assunto para o seu novo livro, e, embora não o admita abertamente, um homem com quem partilhar a vida e o amor pelos livros. É com surpresa que um dia Juliet recebe uma carta de um senhor chamado Dawsey Adams, residente na ilha britânica de Guernsey, a comunicar que tem um livro que outrora pertenceu a Juliet. Curiosa por natureza, Juliet começa a corresponder-se com vários habitantes da ilha. É assim que descobre que Guernsey foi ocupada pelas tropas alemãs durante a segunda Guerra Mundial, e que as pessoas com quem agora se corresponde formavam um clube secreto a que davam o nome de Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata. O que nasceu como um mero álibi para encobrir um inocente jantar de porco assado transformou-se num refúgio semanal, pleno de emoção e sentido, no meio de uma guerra absurda e cruel.



A minha opinião:
Este livro revelou-se uma leitura muito interessante.
A forma original como as autoras estruturam o livro, pareceu-me muito cativante. A troca de mensagens através de cartas, telegramas e telefonemas funcionou na perfeição. O leitor acaba por estar sempre ansioso em virar a página.

Conforme ia avançando na leitura deste livro, a sensação eraum deja vu. Quem ler isto é capaz de pensar, mas isto não faz sentido nenhum! Para mim fez! Comparei a Sociedade Literária da Casca da Batata à comunidade do Bookcrossing. A troca de mensagens no forum, a proximadade entre alguns membros, a troca de experiência, leva-nos a te uma relação de grande amizade, mesmo sem os conhecermos pessoalmente. Isso também acontece com a personagem principal, a Juliet com os membros da Sociedade. Através das cartas, Juliet cria uma relação muito próxima, até que chega uma altura é que há uma necessidade urgente de os intervenientes se conhecerem ao vivo e a cores.

Este livro, como já referi fala na amizade, na troca, na partilha e na necessidade das pessoas se reunirem para discutirem por algo que as une.

Bastante recomendável!

(Obrigada Ligiafteixeira por mais esta excelente partilha)

domingo

Carlos Vale Ferraz e Richard Zimler na 3ª Convenção do Bookcrossing

Publicada por Ana Isabel Pedroso 0 comentários

Aqui está o maridão com o autor Carlos Vale Ferraz


Carlos Vale Ferraz e Richard Zimler foram os escolhidos para estarem presentes no painel do romance na 3ª Convenção do Bookcrossing.

Ainda não tive oportunidade de ler nenhum livro destes autores, mas brevemente já não direi o mesmo.
O maridão comprou "Fala-me de África" de Carlos Vale Ferraz, que já começou a ler.
Depois de constatar que já não havia livros do Richard Zimler à venda, tentei a Biblioteca Municipal. Lá encontrei o último livro do autor, "Os Anagramas de Varsóvia".
  


(Aqui está o Richard Zimler, eu e a Isabel Nunes, a tradutora dos livros do Harry Potter)


Foi uma pena estes dois autores terem tão pouco tempo de atena. O tempo foi muito curto para tudo aquilo que nós espectactores/leitores queriamos saber e que os autores tinham para nos contar.

Confesso que já tinha visto os livros do Richard Zimler nas pratelereiras das livrarias, mas não me tinham chamado a atenção. Não sei se tem a ver com as capas escolhidas para os livros, não sei... Só sei que este autor me passava ao lado.
Com o decorrer da conversa, fui ficando cada vez mais interessada em saber mais sobre este autor. Foi mesmo uma agradável surpresa.

sexta-feira

"Memórias de Gente Vulgar" de Armando Graça

Publicada por Ana Isabel Pedroso 3 comentários

Sinopse:
Memórias de Gente Vulgar leva-nos a fazer uma viagem das origens do autor aos dias de hoje (1945 - 2010).
Como o título deixa antever, não há aqui berços de ouro nem se trata de desfilar sucessos, bem pelo contrário. Revelam-se aqui como enfrentaram as dificuldades de muitos dos portugueses nascidos logo após a II Guerra Mundial. E dá-se conta de como a procura de vidas melhores dá lugar a infâncias conturbadas.
Entra-se em África, pela Baía de Luanda, retendo cheiros, cores e sabores de um novo mundo.
Relatam-se aventuras e desventuras de prematuros empregos.
E sentem-se...
Sentem-se servidões, colonialismos e recismos oficialmente desmentidos.
Sentem-se alguns dos terrores que deram lugar a nova fuga, então apelidada de "retorno"...
Sentem-se as aventuras de quem volta ao seu país e se acha no estrangeiro, seja porque é mesmo assim, seja porque a Revolução dos Cravos agitou alguma coisa...
Sentem-se, ao longo das várias décadas, governos que desgovernam, empresas geridas para afundar e pessoas que não se comportam como tal...

Mas sente-se, acima de tudo e apesar de tudo, um constante fazer pela vida...

...ou talvez não!


Sobre o autor:
Para saber quem sou, leiam o livro "Memórias de gente vulgar".
Salvo detalhes de natureza privada, está lá tudo...


A minha opinião:
Este livro conta-nos a história de vida de um cidadão anónimo que depois de concluir o trabalho do 12º ano pelas Novas Oportunidades decidiu transformá-lo em livro. E em boa hora o fez!
Este cidadão anónimo dá-se pelo nome de Armando Graça e é uma verdadeira revelação no mundo da escrita.

Ao escrever a sua história de vida, Armando Graça fê-lo sem qualquer preconceito, contando os bons momentos como também, os menos bons. Em cada página lida, vamos tendo conhecimento que a vida deste homem não foi fácil. Foi um homem que nunca baixou os braços, a perservença foi o seu lema.
É uma história de vida que pode servir de inspiração e até mesmo de exemplo. O Armando Graça é um homem íntegro, os valores passados pelos pais nunca foram esquecidos.

Enquanto lia o livro, e perante a situação actual do país, pensava para os meus botões, se fosse o Armando Graça a governar Portugal...era bom ter assim um Primeiro-Ministro, um homem honesto, um homem culto, um homem que gosta de ajudar o próximo...

Aqui vai um recado para o  Armando Graça... já pensou em candidatar-se a algum cargo político...?

quarta-feira

Os Heróis à Moda de Lisboa na 3ª Convenção do Bookcrossing

Publicada por Ana Isabel Pedroso 2 comentários
Os Heróis à Moda de Lisboa tiveram a oportunidade de fechar e julgo que posso dizer, com chave de ouro, a 3ª Convenção do Bookcrossing.




Apesar de não terem direito ao videozinho de apresentação, nem ao saquinho com as lembranças da terra e o tempo um pouco limitado, por já estar fora de horas, a apresentação dos Heróis foi um dos momentos altos do dia.




A Filipa Pedroso, a Fernanda Carvalho, a Ana Saragoça e o Marco António, foram os quatro autores a representar os restantes doze, que não puderam estar presentes, uns por motivos pessoais e outros por motivos profissionais.



Como as próprias fotos documentam, os Heróis à Moda de Lisboa são pessoas com humor. Falta-vos agora descobrir quanto disso puseram nos seus contos.




Cada um dos autores falou na aventura que foi e continua a ser, fazer parte deste grande pequeno projecto.

Também falaram um pouco dos contos que escreveram, deixando em aberto, de modo a que o público que estava na plateia ficasse com vontade de adquirir o livro.




Para saberem mais sobre os Heróis á Moda de Lisboa, podem segui-los no blogue com o mesmo nome, Heróis à Moda de Lisboa.
 

Livros, o meu vício Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare